Cristãos eritreus necessitam das nossas orações

< Voltar
Cristãos eritreus necessitam das nossas orações

Faz 15 anos desde que o país ordenou o fechamento de todas as igrejas no país, independentemente da denominação

Recentemente, os cristãos eritreus pediram orações por sua nação. A Eritreia é o 10º país na atual Lista Mundial da Perseguição e faz parte das nações que compõem a África Subsaariana, região do DIP 2017. Faz mais de dez anos que o governo eritreu colocou o líder religioso Abune Antonios, sob prisão domiciliar. E faz 15 anos desde que fecharam as portas de todas as igrejas, incluindo diferentes denominações (ortodoxas, católicas e evangélicas).

O registro de fechamento é de 1997, em que os cristãos associaram a uma "nuvem escura de perseguição". Na ocasião, o governo eritreu intensificou as campanhas de prisão para aqueles que desobedecessem a ordem das autoridades políticas. A vida dos cristãos por lá não é fácil. A Eritreia já foi apelidada de "Coreia do Norte da África", por ser um dos países mais pessimistas em termos de liberdade de religião e também por infringir a lei de direitos humanos. Trabalhadores cristãos estrangeiros são proibidos de entrar em solo eritreu.