Mãe jogar soda cáustica em bebê em Anadia

< Voltar
Mãe jogar soda cáustica em bebê em Anadia

Um ato de crueldade resultou em morte na cidade de Anadia. Uma mulher acusada de jogar soda cáustica em um bebê e na mãe da criança foi espancada por moradores e acabou morta. Tudo aconteceu na noite do sábado (11), na Travessa Moreira Lima.

Segundo testemunhas, a principal acusada, identificada como Ana Luíza Caetano da Silva, de 40 anos, teria jogado hidróxido de sódio (soda cáustica) em uma criança. O pequeno Israel sofreu queimaduras no rosto e graves lesões nos lábios. Ele também teria ingerido parte da substância e lesionou a garganta. A criança recebeu os primeiros socorros em uma unidade de saúde de Anadia e foi transferida para a ala vermelha da Unidade do Agreste, em Arapiraca.

A mãe de Israel também teria sofrido queimaduras, mas passa bem e prestou depoimento na 6ª DP de São Miguel dos Campos. Como o caso será investigado pelo delegado Alexandre César dos Santos, titular de Anadia, a regional de São Miguel não confirma a identidade da mãe do garoto.

Ao tomar conhecimento do caso, moradores e familiares das vítimas espancaram brutalmente Ana Luíza que acabou socorrida e transferida para o Hospital Geral do Estado, em Maceió, onde faleceu em decorrência dos ferimentos provocados pelas agressões físicas sofridas durante seu linchamento.

Ana Luíza trabalhou como vigilante em uma escola da cidade e recentemente assumiu o cargo de professora. Ela lecionava em uma escola municipal. Testemunhas relatam que Ana Luíza sofria de distúrbios psicológicos e tomava medicação controlada. A motivação de Ana Luíza para agredir mãe e seu bebê ainda serão investigadas pela polícia.

Não há informações oficiais sobre o estado de saúde de Israel.